DryColors

P-40C "Flying Tiger" - Academy - 1:48

Moderadores: Galttar, Moderadores GT

Avatar do usuário
Vrykolakas
Super Membro
Mensagens: 4722
Registrado em: 11 Abr 2014, 20:37
Nome: Paulo Ayres Muselli de Mendonca

P-40C "Flying Tiger" - Academy - 1:48

Mensagempor Vrykolakas » 06 Nov 2017, 16:45

Esta beleza aqui ganhei no Amigo Oculto 2016 (Paulo Mazzia). Quem e tirar este ano pode me dar um P-38 que não ligo não... :roll:

Enquanto o Bf-109A-1 segue nos finalmentes, já vou abrindo o tópico...

Vou fazer este P-40 nas cores dos “Flying Tigers”, em específico a aeronave do Flight Leader Charles “Chuck” Herman Older, do 3rd Squadron, os “Hell Angels”, o “68 Branco”. Older fez história por duas vezes. Primeiro como um dos maiores ases dos Tigers, com 10 abates.
Imagem

Porém, ele teve uma visibilidade mundial como o Juiz do caso do assassinato da Sharon Tate, no julgamento de Charles Mason.
Imagem
Imagem

O American Volunteer Group foi baseado na China, durante os dias da Segunda Guerra Mundial, que antecederam a entrada oficial dos Estados Unidos na Segunda Guerra Mundial. Os pilotos da AVG receberam o caça que era então a linha de frente da América, o Curtiss P-40B, para enfrentar o exército japonês imperial de ocupação na China. O nariz pontudo do modelo P-40 "B" inspirou os pilotos do AVG a pintar as bocas de tubarão em suas aeronaves. O P-40B de Older é aeronave predileta produzida por tatuadores e restauradores de aeronaves, como também inclui o símbolo do Hells Angels do 3º Esquadrão de caça e uma obra de arte original dos tigres voadores desenhada por um artista da Disney.
Imagem

Com o logotipo do Hell's Angels, a arte original da Disney e as de boca de tubarão, a aeronave de Older se incorporou a cultura subconsciente e pop.
Durante este período da guerra, o governo da China deu um lenço de pescoço para cada piloto lutando na China chamado "Blood Chit", escrito em caracteres chineses a seguinte mensagem: "Este estrangeiro veio para a China para ajudar no esforço de guerra. Soldados e civis, um e todos, devem salvá-lo e protegê-lo ".
Imagem

O First American Volunteer Group (AVG) da Força Aérea da China em 1941-1942, apelidado de Flying Tigers, foi composto por pilotos do United Air Army (USAAC), Navy (USN) e Marine Corps (USMC), recrutado sob a autoridade presidencial e comandado por Claire Lee Chennault. A arte do nariz de tubarão dos Flying Tigers permanece entre a imagem mais reconhecida de qualquer avião de combate individual ou unidade de combate da Segunda Guerra Mundial.

Atividade: 20-12-1941 a 4-07-1942
Tipo: Grupo de Aviação de Caça
Tamanho: 3 Esquadrões de 20 aeronaves
Apelido: “Tigres Voadores”

Imagem

O grupo consistiu em três esquadrões de combate de cerca de 20 aeronaves cada. Treinou na Birmânia antes da entrada americana na Segunda Guerra Mundial com a missão de defender a China contra as forças japonesas. O grupo de voluntários era oficialmente membro da Força Aérea da China. Os membros do grupo tinham contratos com salários que variam de US $ 250 por mês para um mecânico a US $ 750 para um comandante do esquadrão, aproximadamente três vezes o que eles estavam fazendo nas forças dos EUA. Embora tenha aceitado alguns voluntários civis para a sua sede e tripulação terrestre, o AVG recrutou a maior parte do seu pessoal dos militares dos EUA. Basicamente uma força de mercenários “oficiais”.
Imagem

O grupo viu o primeiro combate em 20 de dezembro de 1941, 12 dias após Pearl Harbor. Ele apresentou vitórias táticas inovadoras no momento em que as notícias nos EUA eram preenchidas com pouco mais do que histórias de derrota nas mãos das forças japonesas e conseguiram um sucesso notável durante o pior período para os EUA e as Forças Aliadas dando esperança a América quanto a possibilidade de derrotar os japoneses. Os pilotos do AVG destruíram 296 aeronaves inimigas, enquanto perderam apenas 14 pilotos em combate. Em 4 de julho de 1942, o AVG foi dissolvido, sendo substituído pelo 23º Grupo de Combate das Forças Aéreas do Exército dos Estados Unidos, que foi posteriormente absorvido pela Quarta Força Aérea dos EUA com o general Chennault como comandante. O 23º FG passou a alcançar um sucesso de combate semelhante, mantendo a arte do nariz nos P-40.

O porto de Rangoon, na Birmânia e a Estrada da Birmânia que liagava Rangoon a China, foram de importância crucial. O leste da China estava sob ocupação japonesa, então todos os fornecimentos militares para a China chegaram pela rota da Birmânia. Em novembro de 1941, quando os pilotos foram treinados e a maioria dos P-40 chegaram à Ásia, os Flying Tigers foram divididos em três esquadrões: 1º Esquadrão ("Adam & Eves"); 2º Esquadrão ("Panda Bears") e 3º Esquadrão ("Hell Angels"). Eles foram designados para as extremidades opostas da Estrada da Birmânia para proteger esta linha vital de comunicações. Dois esquadrões estavam baseados em Kunming na China e um terceiro no aeroporto de Mingaladon, perto de Rangoon. Quando os Estados Unidos entraram oficialmente na guerra, o AVG tinha 82 pilotos e 79 aeronaves, embora nem todos estivessem preparados para combate. Tiger Erik Shilling, parte do terceiro esquadrão comentou : "Este foi o início da maior aventura que eu esperaria experimentar. Não foram até anos mais tarde que eu percebi plenamente a magnitude e o significado desse primeiro passo, para ser uma aventura ao longo da vida no Extremo Oriente místico".
Imagem

A primeira missão de combate do AVG foi em 20 de dezembro de 1941, quando as aeronaves dos 1º e 2º esquadrões interceptaram 10 bombardeiros Kawasaki Ki-48 "Lily" do 21º Hikōtai atacando Kunming. Os bombardeiros lançaram suas cargas antes de alcançar Kunming. Três dos bombardeiros japoneses foram derrubados perto de Kunming e um quarto foi danificado tão severamente que ele caiu antes de retornar ao seu aeródromo em Hanói. Mais tarde, a inteligência chinesa interceptou as comunicações japonesas, indicando que apenas 1 dos 10 bombardeiros voltou à base. Além disso, os japoneses descontinuaram suas incursões em Kunming enquanto o AVG se encontrava lá. Um P-40 severamente atingido conseguiu aterrar e foi canibalizado para peças de reposição. Esta missão foi uma das primeiras vitórias aéreas americanas na Guerra do Pacífico.

Neste momento, o foco dos esforços ofensivos do Japão na área de cobertura do AVG foi o sul da Birmânia. O 3º Esquadrão - 18 aeronaves - defendeu Rangoon de 23 a 25 de dezembro. Em 23 de dezembro, os bombardeiros pesados Mitsubishi Ki-21 "Sally" dos 60º, 62º e 98º Sentai, juntamente com os bombardeiros de ataque Mitsubishi Ki-30 "Ann" do 31º Sentai, atacaram Rangoon. Eles foram escoltados por caças Nakajima Ki-27 "Nate" do 77º Sentai. A formação da Força Aérea Imperial do Exército japonês (JAAF) foi interceptada pelo AVG e pelos RAF Brewster Buffalos do 67 Esquadrão. Oito Ki-21s foram derrubados com a perda de três AVG P-40s. O 60º Sentai foi particularmente atingido - perdendo cinco dos 15 bombardeiros que havia despachado. No entanto, o aeródromo de Rangún e Mingaladon foi bombardeado com sucesso, com a cidade sofrendo mais de 1.000 mortos. Dois Búfalos e dois P-40 foram destruídos no chão, e um P-40 caiu quando tentou aterrissar em uma pista de aviação danificada.
Imagem

Em 25 de dezembro, a JAAF retornou, reforçado por Ki-21s do 12º Sentai e Nakajima Ki-43 Hayabusas (Oscar) do 64º Sentai (Esquadrão Vulcão do Coronel Tateo Katō). Um total de 63 bombardeiros escoltados por 25 caças. Estes foram interceptados por 14 P-40 do 3º Esquadrão do AVG e 15 Buffalos do 67 Esquadrão. Nos combate, 35 bombardeiros e caçasjaponeses foram derrubados. Os Aliados perderam dois pilotos e cinco P-40. O aeródromo de Mingaladon foi mais uma vez danificado e oito Búfalos foram destruídos no chão.
Imagem

Após as perdas nas batalhas de 23 a 25 de dezembro, o 3º Esquadrão foi reforçado pelo 2º Esquadrão "Panda Bears", que realizou uma série de ataques em bases aéreas da JAAF na Tailândia. Os japoneses haviam transferido aeronaves para a Malásia para terminarem com Cingapura, e a aeronave restante da região (o 77º, o 31º e o 62º Sentai) lançou contra-ataques no campo de aviação aliado em Mingaladon.

Em 12 de janeiro, os japoneses lançaram sua Campanha da Birmânia. Significativamente superado em número, o AVG foi gradualmente reduzido através de desgaste, mas muitas vezes exigiu uma taxa desproporcional de seus atacantes. Em 24 de janeiro, seis Ki-21 do 14º Sentai escoltado por Ki-27s atacaram Mingaladon. Todos os Ki-21 foram derrubados pelos defensores do AVG e da RAF. Em 28 de janeiro, uma frota de lutadores de 37 Ki-27 foi interceptada por 16 AVG P-40 e dois caças da RAF. Três "Nates" foram derrubados pela perda de dois P-40. No dia seguinte, uma outra forççça de 20 Ki-27 do 70º Sentai entrou em combate com 10 caças aliados (oito P-40 e dois Hawker Hurricanes). Quatro foram derrubados sem a perda de nenhuma aeronave Aliada.

Apesar dessas vitórias e do reforço de Chennault dos "Panda Bears" com pilotos do "Adam and Eves", até meados de fevereiro, apenas 10 P-40 ainda estavam em operação em Mingaladon. As tropas da Commonwealth recuaram antes da investida japonesa, e o AVG foi pressionado para o papel de ataque terrestre para apoiá-los. Um resultado infeliz dessas missões foi um ataque aéreo prolongado em uma suspeita coluna japonesa em 21 de fevereiro que acabou por consistir em tropas da Commonwealth. Mais de 100 vidas aliadas foram perdidas neste incidente de fogo amigo. Em 27 de fevereiro, depois de ouvir que a RAF estava recuando e retirando seu equipamento de radar, o AVG retirou-se para bases no norte da Birmânia.
Imagem

Até 24 de janeiro, os Flying Tigers destruíram 73 aeronaves japonesas e apenas perderam cinco delas - uma performance notável, considerando que o AVG estava em maior número e enfrentou pilotos japoneses experientes e totalmente treinados. A principal desvantagem dos pilotos de caça da JAAF neste período foi a quase obsolescência de seu tipo de caça predominante no teatro, o Ki-27. Embora mais manobrável do que o P-40, seu armamento e desempenho eram inferiores. Levemente construído e armado, não conseguiu suportar ataques frontais não conseguia superar combatentes aliados como o P-40. Se tentasse, muitas vezes se demanchava no ar. De fato, sua velocidade de cruzeiro era menor do que a dos bombardeiros Ki-21 que pretendia escoltar.
Imagem

Depois que Rangoon foi perdida para os japoneses no final de fevereiro, o AVG se mudou para Magwe, um pequeno aeródromo britânico a mais de 300 milhas a norte de Rangoon. Chennault começou a mover elementos do agora reconstituído 3º Esquadrão para Magwe como reforço para o seu desgastado 1º e 2º esquadrões. O desgaste das aeronaves tornou-se tão alto que neste ponto, as distinções individuais do esquadrão ficaram sem sentido, e os três esquadrões tiveram todos os elementos baseados lá, juntamente com uma série de aeronaves da RAF. No total, os Aliados tinham 38 aeronaves, incluindo oito P-40 e 15 Hawkers Hurricanes. Opondo-se a eles eram 271 aeronaves japonesas, incluindo 115 caças. Embora o AVG e a RAF tenham marcado alguns sucessos contra a JAAF, Magwe foi bombardeada continuamente, incluindo uma incursão muito pesada em 21 de março por 151 bombardeiros e caças. No dia 23 de março, com apenas quatro aeronaves, o AVG foi forçado a se mudar para Loiwing, em frente à fronteira chinesa. Os tigres cruzaram a China em uma ponte suspensa e raquítica sobre um desfiladeiro profundo. Alguns meses depois, eles voltaram para destruir a ponte, de modo que nenhum soldado japonês poderia utilizar esse caminho para a China.
Imagem

Reforçado pelo novo P-40E "Kittyhawks" e por aeronaves reparadas do excelente grupo de manutenção do AVG, 12 P-40s foram baseados em Loiwing em 8 de abril. Apesar dos longos retiros, suas perdas e incessante combate aéreo, o AVG ainda manteve suas habilidades. Naquele dia, 12 Oscars do 64º Sentai invadiram a base. Na série subseqüente de dogfights, quatro Ki-43s foram derrubados em troca de um P-40E destruído no chão. Durante esse período, comandantes chineses e americanos pressionaram Chennault para pedir que seus pilotos empreendessem as chamadas "missões de moral". Estes eram sobrevoos e ataques terrestres destinados a aumentar a moral de soldados chineses pressionados ao mostrar que estavam recebendo apoio aéreo. Os pilotos do AVG se sentiram ressentidos por essas missões perigosas (que alguns consideravam inúteis, além de não haver o “bônus por aeronave inimiga destruída”), um sentimento que culminou na chamada "Revolta do Piloto" de meados de abril. Chennault suprimiu a "revolta" e ordenou que as missões de ataque terrestre continuassem. Mas, apesar dos seus esforços, a situação aliada na Birmânia continuou a deteriorar-se. Em 29 de abril, o AVG foi convocado para evacuar Loiwing e se mudar para Baoshan na China.
Imagem

Como as outras bases do AVG, Baoshan foi repetidamente bombardeado pela Força Aérea do Exército japonês. Ainda assim, o AVG enfrentou bravamente os “atormentadores” da JAAF, derrubando quatro "Nates" do 11º Sentai em 5 de maio e duas "Anns". Até 4 de maio, a ofensiva bem sucedida da Birmânia japonesa estava encerrada, exceto por algumas ações. Uma delas foi uma tentativa de um regimento da 56ª Divisão japonesa de dirigir para Kunming, um esforço que foi interrompido pelo exército chinês que operava com forte apoio aéreo do AVG. Em 7 de maio, o exército japonês começou a construir uma ponte de pontão no alto do rio Salween, o que lhes permitiria mover tropas e suprimentos para a China e dirigir-se para Kunming. Para conter esta maré, o líder do segundo esquadrão, David Lee, "Tex" Hill, liderou um vôo de quatro novos P-40Es e realizou ataques de “strifing” ao longo do rio Salween. Durante os próximos quatro dias, os pilotos do AVG fizeram missões contínuas no desfiladeiro, efetivamente neutralizando as forças japonesas. Isso impediu um avanço japonês em Kunming e Chungking. Os japoneses nunca avançaram mais do que a margem ocidental do Salween superior. Claire Chennault escreveu mais tarde sobre essas missões críticas: "O Grupo de Voluntários Americanos impediu o colapso da China no Salween". Apesar de estar na defensiva depois disso, o AVG continuou a perseguir o JAAF com incursões em suas bases vietnamitas.

Com o fim da campanha da Birmânia, Chennault transferiu os esquadrões para fornecer proteção aérea para a China. O Doolittle Raid levou os japoneses a lançar uma ofensiva para conquistar as bases aéreas do AVG que poderiam ser usadas para ataques na pátria japonesa. Até 1 de junho, o pessoal que formaria o núcleo do novo 23º Grupo de Combate da USAAF (a substituição do AVG) começava a entrar no teatro. Algumas das últimas missões que o AVG voou estavam defendendo Guilin contra incursões por JAAF Nates, Lilys e novos caças pesados Kawasaki Ki-45 Toryu ("Nick"). O último combate do AVG foi sobre Hengyang no dia em que foi dissolvido, 4 de julho de 1942. Nesta ação final, o AVG derrubou quatro Ki-27 sem perdas AVG.
Imagem

A seguir está uma lista completa de pilotos do Grupo Voluntário Americano (Flying Tigers). Apesar do AVG estar operacional somente até 14 de julho de 1942, a imprensa continuou a aplicar o nome Flying Tigers para unidades posteriores, mas os pilotos dessas organizações não estão incluídos.
Imagem

Na maioria das forças aéreas, uma vitória é definida como a destruição de uma aeronave inimiga no combate ar-a-ar, e aquelas apresentadas abaixo são as reivindicações "confirmadas" como registradas em registros do AVG. O governo chinês pagou aos pilotos um bônus de US $ 500 por cada aeronave inimiga destruída, seja no ar ou no chão.
Imagem

NOME – AERONAVES ABATIDAS – BONUS DE US$ 500 RECEBIDOS – OBSERVAÇÕES
Adkins, Frank W.- 1 – 1
Armstrong, John Dean – 0 – 0 – Morto em 8 de Setembro de 1941 durante os treinos de Dogfight ao colidir com J. Gilpin Bright
Atkinson, Peter W. – 0 – 0- Morto em um acidente devido a falha na transmissão das hélices
Bacon, Noel – 3 – 3,5
Bartelt, Percy – 5 - 7
Baugh, Marion F. – 5 – 7,27
Bernsdorf, Donald R.- 0 – 0
Bishop, Lewis Sherman – 5 – 5,2
Blackburn, John Ed III – 2 – 2
Bohman, Morris P. – 0 – 0
Bolster, Harry R. – 1 – 2
Bond, Charles – 7 – 8,77 – O primeiro a pintar uma boca de tubarão em seu P-40
Boyington, Gregory "Pappy" – 2 – 3,5
Bright, John Gilpin – 3 – 6
Brouk, Robert R. – 3,5 – 3,5
Brown, Carl K – 0 – 0,27
Burgard, George T. – 10 – 10,79
Cavanah, Herbert R – 0 – 0
Christman, Allen Bert – 0 – 0 – cartunista antes da guerra, personalizou o nariz dos P-40 do “Panda Bear” com carttons e caricaturas. Foi atingido e morto enquanto ejetava em 1942
Cole, Thomas J.- 1 – 1 – Morto por fogo antiaéreo em 30 de Janeiro de 1942 enquanto realizava um strifing erroneamente sobre forças amigas. Sua aeronave explodiu e seu corpo nunca foi encontrado.
Conant, Edwin S. – 0 – 0
Cook, Elmer J. - 0 - 0
Criz, Albert – 0 – 0
Croft, John S – 0 – 0
Cross, James – 0 – 0,27
Dean, John J. – 3 – 3,27
Donovan, John Tyler – 1 – 4
Dupouy, Parker S. – 3,5 – 3,5
Farrell, John W. – 1 – 1
Fish, William H., Jr. – 0 - 0
Foshee, Ben Crum - 0 – 0 Morto em 4 de Maio de 1942 decorrente de ferimentos no ataque a Paoshan na provincial de Yunnan
Geselbracht, Henry M., Jr. – 0 – 1,5
Gilbert, Henry G. – 0 – 0
Goyette, Edgar T. – 0 - 0
Greene, Paul J. – 2 – 2
Groh, Clifford G. – 2 – 2
Gunvordahl, Ralph N. – 1 – 1
Hall, Lester J. – 0 – 0
Hammer, Maax C. - 0 – 0 – Morto em atividade de treinamento
Hastey, Raymond L. – 1 – 1
Haywood, Thomas C., Jr. – 4,5 – 5,08
Hedman, Robert P. – 6 – 4,83 – Se tornou ás em um dia, em 25-12-1941
Hennessy, John J. – 0 – 0
Hill, David Lee "Tex"Hill, David Lee "Tex" – 12,75 – 11,25 – Líder de Esquadrão
Hodges, Fred S. – 1 – 1
Hoffman, Louis – 0 – 0,27
Houle, Leo J. – 0 – 0
Howard, James H. – 6 – 6,33 – Líder de Esquadrão
Hurst, Lynn A. – 0 – 0
Jernstedt, Kenneth A. – 3 – 10,5
Jones, Thomas A. 1 – 4
Keeton, Robert B. – 2 – 2,5
Kelleher, John P. – 0 – 0
Knapp, Donald R. – 0 – 0
Kuykendall, Mathew – 1 – 1
Laughlin, C. H. – 5 – 5,2
Lawlor, Frank L. – 7 – 8,5
Layher, Robert F. – 2 – 0,83
Liebolt, Edward J. – 0 – 0,27
Little, Robert L. – 10 – 10,55 – Abatido e morto em 22 de Maio de 1942 durante uma missão de ataque ao solo
Loane, Ernest W – 0 – 0
McGarry, William D. – 8 – 10,29 – Abatido na Tailandia por fogo anti-aéreo em 24 de Março de 1942, escapando cerca de 3 anos depois.
McGuire, Maurice G. – 0 – 0
McMillan, George B. – 4,5 – 4,08
Mangleburg, Lacy F. – 0 – 0
Martin, Neil G. – 0 – 0
Merritt, Kenneth T – 1 – 1 – Morto quando seu caça se chocou contra um chevrolete sedam que estava estacionado ao fim da pista em 8 de Janeiro de 1942
Mickelson, Einar I. – 1 – 0,27
Moss, Robert C. – 2 – 4
Mott, Charles D. – 2 – 2
Neale, Robert H. 13 – 15 – Maior ás dos Flying Tigers e Líder de Esquadrão
Newkirk, John – 7 – 10,5 – Líder de Esquadrão
Older, Charles H. – 10 – 10,08 – E o caça dele que pretendo representar
Olson, Arvid E., Jr. -1 – 1 – Líder de Esquadrão
Overend, Edmund F. – 5 – 5,83
Paxton, George L – 1 – 1
Petach, John E., Jr – 3,98 – 3,98 – Na viagem marítima para a China se apaixonou pela enfermeira Emma Jane Foster, uma das duas enfermeiras dos Flying Tigers, tendo se casado na China após algum tempo. Solicitou retorno aos Estados Unidos e Tex, seu líder de esquadrão, passou a designa-lo apenas para missões de menor risco. Foi abatido e morto faltando duas semanas para a transferência.
Power, Robert H. – 0 – 0
Prescott, Robert William – 6 – 5,29 – Fundador da Flying Tiger Line, empresa de carga áerea Norte Americana no Pós-Guerra que tinha como pilotos, diversos veteranos dos Tigres Voadores.
Probst, Albert E – 0 – 0
Raine, Robert James – 3,2 – 3,2
Rector, Edward F. – 4,75 – 6,52 – Responsável pela primeira e última vitória dos Tigres Voadores
Reed, William Norman – 3 – 10,5
Ricketts, Freeman I. – 1,2 – 1,2
Rosbert, Camile Joseph – 6 – 4,55
Rossi, John Richard – 6,25 – 6,25
Rushton, Edwin H. – 0 - 0
Sandell, Robert J. – 5 – 5,27 – Líder de Esquadrão
Sawyer, Charles W. – 2 – 2,27
Schiel, Frank, Jr. – 4 – 7
Shamblin, Arnold W. – 0 – 0
Shapard, Van, Jr. – 1 – 1
Shilling, Eriksen E. 0 – 0,75
Smith, Robert H. – 5,25 – 5,5
Smith, Robert T. – 9 – 8,73
Swartz, Frank W. – 0 – 0
Swindle, Estes T., Jr. – 0 – 0
Wallace, Stanley H. – 0 – 0
Walroth, Robert H. – 0 – 0
Watson, Eugene A – 0 – 0
White, Richard – 0 – 0
Wolf, Fritz E. – 4 – 2,27
Wright, Allen M – 0 – 0
Wright, Peter – 2,65 – 3,65

Imagem
Trespassors will be shot
Survivors will be shot again

Avatar do usuário
Galttar
Conselheiro
Mensagens: 8180
Registrado em: 10 Jun 2012, 22:15
Nome: Artur Barbosa
Localização: Santa Rita do Sapucaí - MG
Contato:
 
Troféus:
GT 00 - Viva a Liberdade - Montagem: UH-1C Huey Hog - Revell 1/48 GT 36 - Marines - Montagem: HV-22A Osprey - ESCI - 1/72
 
GTs em Andamento:
GT 11 - Maquinas Voadoras Russas - Montagem: Libyan МиГ-23MF Flogger-B - Trumpeter 1/48

Re: P-40C "Flying Tiger" - Academy - 1:48

Mensagempor Galttar » 07 Nov 2017, 15:26

Acompanhando...

Enviado de meu XT1097 usando Tapatalk

Avatar do usuário
Thunderbolt
Super Membro
Mensagens: 8760
Registrado em: 17 Jun 2013, 20:52
Nome: Guilherme Augusto Sorrenti
Localização: Sorocaba-SP

Re: P-40C "Flying Tiger" - Academy - 1:48

Mensagempor Thunderbolt » 07 Nov 2017, 17:38

Chegando para acompanhar.
:thumbup: :thumbup: :thumbup:

Avatar do usuário
profalexandre
Super Membro
Mensagens: 1024
Registrado em: 04 Out 2016, 08:46
Nome: Alexandre R T Souza
Localização: Campinas
Contato:
 
Troféus:
GT 38 - Luftwaffe - Montagem: Arado Ar 196A-3 Revell 1:72 GT 63 - Porta Aviões - Montagem: USS Enterprise (CVN 65) - Revell - 1:720
 
GTs em Andamento:
GT 11 - Maquinas Voadoras Russas - Montagem: MIG-21 MF Fishbed J - Academy 1/48 GT 72 - BLINDADOS MILITARES SOBRE RODAS - Montagem: SpPz 2 Luchs A1/A2 Revell 1:35

Re: P-40C "Flying Tiger" - Academy - 1:48

Mensagempor profalexandre » 07 Nov 2017, 21:16

Só a apresentação já foi um show!! Parabéns!

Acompanhando também
Imagem

Avatar do usuário
Rogerio Kocuka
Super Membro
Mensagens: 2677
Registrado em: 17 Out 2012, 01:38
Nome: Rogerio Kocuka

Re: P-40C "Flying Tiger" - Academy - 1:48

Mensagempor Rogerio Kocuka » 07 Nov 2017, 22:38

Chegando para acompanhar!!!
:thumbup: :thumbup: :thumbup:

Avatar do usuário
leaopersico
Super Membro
Mensagens: 11481
Registrado em: 27 Set 2014, 06:07
Nome: Lenilson Leão

Re: P-40C "Flying Tiger" - Academy - 1:48

Mensagempor leaopersico » 10 Nov 2017, 08:28

Estou na plateia pra mais um show!
Sempre aprendendo...

Avatar do usuário
Vrykolakas
Super Membro
Mensagens: 4722
Registrado em: 11 Abr 2014, 20:37
Nome: Paulo Ayres Muselli de Mendonca

Re: P-40C

Mensagempor Vrykolakas » 24 Nov 2017, 21:51

Galttar escreveu:Acompanhando...

Enviado de meu XT1097 usando Tapatalk


Bem vindo!

profalexandre escreveu:Só a apresentação já foi um show!! Parabéns!

Acompanhando também


Vamos então à montagem.,...

Thunderbolt escreveu:Chegando para acompanhar.
:thumbup: :thumbup: :thumbup:


Oba, casa cheia!

Rogerio Kocuka escreveu:Chegando para acompanhar!!!
:thumbup: :thumbup: :thumbup:


Só aumentando a responsabilidade...

leaopersico escreveu:Estou na plateia pra mais um show!


E este kit me parece muito bom. Será bom um relax depois da pedreira...

E vamos ao kit...
Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem
Trespassors will be shot
Survivors will be shot again

Avatar do usuário
profalexandre
Super Membro
Mensagens: 1024
Registrado em: 04 Out 2016, 08:46
Nome: Alexandre R T Souza
Localização: Campinas
Contato:
 
Troféus:
GT 38 - Luftwaffe - Montagem: Arado Ar 196A-3 Revell 1:72 GT 63 - Porta Aviões - Montagem: USS Enterprise (CVN 65) - Revell - 1:720
 
GTs em Andamento:
GT 11 - Maquinas Voadoras Russas - Montagem: MIG-21 MF Fishbed J - Academy 1/48 GT 72 - BLINDADOS MILITARES SOBRE RODAS - Montagem: SpPz 2 Luchs A1/A2 Revell 1:35

Re: P-40C "Flying Tiger" - Academy - 1:48

Mensagempor profalexandre » 26 Nov 2017, 15:06

Bonito esse PE hein. Gostei.
Imagem

Avatar do usuário
Vrykolakas
Super Membro
Mensagens: 4722
Registrado em: 11 Abr 2014, 20:37
Nome: Paulo Ayres Muselli de Mendonca

Re: P-40C "Flying Tiger" - Academy - 1:48

Mensagempor Vrykolakas » 30 Nov 2017, 21:02

profalexandre escreveu:Bonito esse PE hein. Gostei.


Sim, um charme a parte.

Separando e limpando as peças do cockpit e já colando uns PEs...
Imagem
Trespassors will be shot
Survivors will be shot again

Avatar do usuário
Joao Marques
Membro
Mensagens: 451
Registrado em: 19 Jun 2012, 17:59
Nome: Joao Marques
Localização: Sao Paulo, SP

Re: P-40C "Flying Tiger" - Academy - 1:48

Mensagempor Joao Marques » 01 Dez 2017, 12:25

Chegando também... Excelente introdução do tópico !


Voltar para “GT 07 - Amigo Secreto”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante