DryColors

problemas recorrentes com verniz PU

Fórum dedicadoa a técnicas e tutoriais sobre Pintura

Moderador: Moderadores Tecnicas

anghinoni
Super Membro
Mensagens: 2622
Registrado em: 13 Out 2015, 18:16
Nome: Marco

Re: problemas recorrentes com verniz PU

Mensagempor anghinoni » 27 Jul 2017, 08:26

Como fazer para catalisar os produtos de funilaria e pintura corretamente evitando problemas?

A primeira regra é: A adição de catalisador é feita antes do diluente, obrigatoriamente.

A segunda regra é: Siga à risca a recomendação do fabricante presente na lata, ou seja, a proporção recomendada pelo fabricante.

Dica: Misture bem o catalisador ao produto por até 2 minutos antes de usar. Deixe a mistura final (produto + catalisador + diluente) em repouso entre 5 e 10 minutos antes de aplicar para evitar fervura.

Avatar do usuário
Tiago Guilger
Super Membro
Mensagens: 5472
Registrado em: 13 Ago 2015, 14:07
Nome: Tiago Guilger
Localização: Itu - SP

Re: problemas recorrentes com verniz PU

Mensagempor Tiago Guilger » 27 Jul 2017, 08:52

Todas as dicas do verniz PU servem para o verniz rápido poliéster? (claro, sem a parte do catalizador né kkk)

estou só de olho, porque estou tendo dificuldades também...

Avatar do usuário
Ruffuswood
Membro
Mensagens: 671
Registrado em: 03 Jan 2015, 13:37
Nome: Vinicius Marques
Localização: São Paulo - SP

Re: problemas recorrentes com verniz PU

Mensagempor Ruffuswood » 27 Jul 2017, 10:57

Tiago Guilger escreveu:Todas as dicas do verniz PU servem para o verniz rápido poliéster? (claro, sem a parte do catalizador né kkk)

estou só de olho, porque estou tendo dificuldades também...


:thumbup: :thumbup: :thumbup:

Avatar do usuário
Wanderson
Super Membro
Mensagens: 3206
Registrado em: 24 Set 2014, 11:38
Nome: Wanderson G. Wanzeller
Localização: Laranjeiras do Sul - PR
Contato:
 
Troféus:
GT 00 - Viva a Liberdade - Montagem: Space Shuttle Atlantis - REVELL - 1:144 GT 11 - Maquinas Voadoras Russas - Montagem: MiG 25 Foxbat - Revell  - 1:144 GT 17 - Ficção Científica - Montagem: STAR TREK  U.S.S. Defiant - AMT - 1/420 GT 41 - STAR TREK 2015 - Montagem: 3 Piece Adversary Set  - ROMULAN WARBIRD - 1/3730 GT 41 - STAR TREK 2015 - Montagem: [GT 41] 3 Piece Adversary Set - Klingon Bird of - 1/3730 GT 41 - STAR TREK 2015 - Montagem: U.S.S. Enterprise NCC-1701 INTO DARKNESS  1/500 GT 42 - Carros Americanos - Montagem: Dodge Viper SRT10 ACR - 1/25 Revell GT 48 - Carros Europeus - Montagem: Audi R8 - 1:24 - Revell GT 50 - The Fifties - Montagem: Chevy Impala  59 - Revell - 1:25 GT 50 - The Fifties - Montagem: Corvette Roadster 58 - Revell - 1:25 GT 50 - The Fifties - Montagem: Chevy Bel Air 1955 - Monogram/Revell - 1:25 GT 52 - Tudo o que sua imaginação permitir - Montagem: Lampadinha - fabricação própria - sem escala GT 52 - Tudo o que sua imaginação permitir - Montagem: U.S.S. Enterprise NCC 1701 E - AMT - 1:1400 GT 59 - SAR - Search and Rescue - Montagem: EC 135 - Air-Glaciers - Revell - 1:72 GT 60 - GT Ferrari - Montagem: Ferrari  599 GTO - Revell  -  1:24 GT 60 - GT Ferrari - Montagem: Ferrari 348-TS - Revell - 1:24 GT 60 - GT Ferrari - Montagem: Ferrari Superamerica - Revell - 1:24 GT 60 - GT Ferrari - Montagem: Laferrari - Revell - 1:24 GT 61 - Anos 60 - Montagem: Volkswagen  Karmann Ghia - 1:24 - Mr. Hobby GT 61 - Anos 60 - Montagem: 1966 Shelby Mustang  GT  350 H - 1:24 - Revell GT 61 - Anos 60 - Montagem: Ferrari Daytona  365 GTB/4 - Italeri - 1:24 GT 61 - Anos 60 - Montagem: 1968 Dodge Charger R/T - 1:25 - Revell GT 66 - Lamborghini - Montagem: Lamborghini Aventador LP 700-4  Pirelli Edition  - Fujimi - 1:24 GT 66 - Lamborghini - Montagem: Lamborghini Diablo VT - Revell - 1:24 GT 67 - Grandes Modelos - Montagem: Mercedes Benz  300 SL Cabrio - Italeri - 1:16 GT 70 - Star Trek Returns - Montagem: Enterprise A - Refit  - 1:1000 - Polar Lights GT 71 - Carros alemães - Montagem: BMW i8 - 1:24 - REVELL GT 72 - BLINDADOS MILITARES SOBRE RODAS - Montagem: Meng Shi 1.5 Ton - Military Light Utility Vehicle - Hobbyboss - 1:35
 
GTs em Andamento:
GT 60 - GT Ferrari - Montagem: Ferrari 612 Scaglietti  - Revell - 1/24 GT 61 - Anos 60 - Montagem: Shelby Cobra 427 S/C - 1:24 - Revell GT 61 - Anos 60 - Montagem: Lamborguini Miura - 1:24 - Italeri GT 70 - Star Trek Returns - Montagem: Star Trek Klingon Bird of Prey - 1:350 - AMT GT 74 - Duas Rodas - Montagem: Honda CBR 1100XX SuperBlackbird - 1:12 - Tamiya

Re: problemas recorrentes com verniz PU

Mensagempor Wanderson » 28 Jul 2017, 10:29

Caros,

Obrigado pelas dicas e orientações. Voces são feras!!!

anghinoni escreveu:Como fazer para catalisar os produtos de funilaria e pintura corretamente evitando problemas?

A primeira regra é: A adição de catalisador é feita antes do diluente, obrigatoriamente.

A segunda regra é: Siga à risca a recomendação do fabricante presente na lata, ou seja, a proporção recomendada
pelo fabricante.

Dica: Misture bem o catalisador ao produto por até 2 minutos antes de usar. Deixe a mistura final (produto + catalisador + diluente) em repouso entre 5 e 10 minutos
antes de aplicar para evitar fervura.


A 1a e 2a regraa estão garantidas, sempre faço assim. Ja esse tempo de espera....

Ruffuswood escreveu:Wanderson,

Vamos em partes para ficar mais fácil.

O Verniz PU Bi componete ou poliéster (pronto monocomponente) para usar no aerógrafo tem que ficar bem líquido, praticamente quase que com a consistência do thinner, então primeiro você irá catalisá-lo na proporção indicada na embalagem e depois vai diluí-lo até chegar no ponto de ficar bem líquido como falei.

Na questão da aplicação, o ideal agora antes de aplicar é dar uma treinada em uma garrafa pet ou algo parecido, dar uma demão de tinta bem lisinha (lixa d'agua 1200 molhada se necessário para alisar a tinta quando secar) e passar o verniz da seguinte maneira:
A passada tem que ser sempre na mesma direção ida e volta (tipo esquerda para direita na ida, direita para esquerda volta) só que em cada passada você vai manter o ar aberto sempre e fechar a tinta ao final de cada passada, abrindo pouco ANTES de voltar na passada, pois assim não acumula muito verniz na ponta do aero. (sempre bom ficar de olho pois se formar pelote e soltar na carroceria vai dar trabalho para tirar)

O detalhe mais importante agora para sair legal o verniz é você treinar a mão na VELOCIDADE que dá a passada como o aero, pois é ela que vai ditar a cobertura correta (lento demais vai escorrer, rápido demais não vai cobrir e vai ficar ondulado) e a distância, pois o verniz tem que bater na carroceria ÚMIDO e brilhante já formando uma película bonita, então se você usar mão esfumaçada de verniz é certo que vai ficar como casca de laranja e todo ondulado. (úmido não é molhado, pois úmido fica bonito, fino e brilhante, molhado fica brilhante e bonito também mas fica carregado demais e escorre)

A distância ideal é a que você consegue abrir o aero totalmente e fazer a passada úmida como mencionei acima (nem rápido para não ficar ondulado e falhado e nem devagar demais para ficar carregado e escorrer) que varia de aero para aero, no meu é aproximadamente 6 ou 7cm

Eu digo de dar uma treinada antes justamente para calibrar tua mão na distância e velocidade antes de passar no carro e ter trabalho para consertar se der errado, assim como ajeitar pressão e calibragem do aero certinho :thumbup:

Na carroceria do jorjão dá para ajeitar na lixa d'agua e massa de polir, só tomar cuidado para não comer a tinta e decais, e depois de alisar fazer outras duas ou três demãos como falei que vai ficar perfeito!


Sempre coloco bastante diluente, praticamente o dobro o verniz+catalisador. Será que tevo colocar +?

Então não se aplica uma camada esfumaçada????

A questão da velocidade é bem complicada.... fica impossível de medir e reproduzir algo feito manualmente por pessoas diferentes. Vou dar uma olhada na montagem do Tio Brakul.

Vrykolakas escreveu:Outra coisa é a quantidade de catalisador. Depende da umidade relativa do ambiente. Aqui é superior a 90%. Se uso catalisador, embodoca tudo. Ou seja, não uso catalisador!!!!! Demora 48 horas para secar ao toque, mas até agora não tive problemas.


Não usa catalisador??? No dia que apliquei estava um dia ensolarado e bem seco.

Farei uns testes aqui. Em breve dou retorno!!!


:thumbup: :thumbup: :thumbup: :thumbup:
Mais informações das montagens estão no blog

https://plastimodelismoacao.blogspot.com

Avatar do usuário
Ruffuswood
Membro
Mensagens: 671
Registrado em: 03 Jan 2015, 13:37
Nome: Vinicius Marques
Localização: São Paulo - SP

Re: problemas recorrentes com verniz PU

Mensagempor Ruffuswood » 28 Jul 2017, 10:37

Wanderson, bom dia!

Em relação à velocidade e maneira de aplicar é uma questão de experimentar em outro material para não ferrar com o kit agora, não é um procedimento iso 9000 rsrs tem alguma variação devido ao material ferramentas e condições climáticas, mas não foge muito um do outro pelo que percebe se ao ler como a gente faz, só se adaptar mesmo que fica bem automático o processo e os resultados vem naturalmente!

Eu devo ir buscar um kit para o gt dos alemães e vai dar para demonstrar na prática tudo!


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

anghinoni
Super Membro
Mensagens: 2622
Registrado em: 13 Out 2015, 18:16
Nome: Marco

Re: problemas recorrentes com verniz PU

Mensagempor anghinoni » 28 Jul 2017, 10:52

Wanderson escreveu:A 1a e 2a regraa estão garantidas, sempre faço assim. Ja esse tempo de espera....



sempre tem um detalhe que passa batido :mrgreen:

nao sei se ferveu por isso mas eu quando faco a mistura acho que so depois de uns 20 minutos eu aplico no kit, quem ensinou isso foi o funileiro, ele uma vez tava pintando meu carro na minha frente, ele misturou o verniz PU e foi fazer outra coisa, me disse que tem que deixar no minimo 10 minutos a mistura reagir (se vc segurar o copo ve como ela esquenta), ai chegou e passou uma passada rapida esfumacada e falou: essa é para selar e criar ancoragem senao o verniz reage embaixo... saiu para dar uma voltinha e uns 10 min depois passou uma so demao molhada, esperou 30 min e falou: pode ir com o carro, volta amanha para lixar e polir...

foi ai que eu vi que passar PU é batata, é so pegar a mao e ja era

acho que como eu vi como ele fez eu vi ao vivo como tem que ficar o verniz quando faz a passada (umida)
eu percebi que no aerografo 0.2, 0.3, 0.5 a 20psi a 5 cm, se nao diluir nunca fica igual quando usa pistola 1.4 com 50 psi a 30 cm de distancia...

eu estou com o mesmo PU que comprei no inicio do Hobby, nunca experimentei outros, errei no comeco um monte ate dar certo, acho que a marca do verniz tem pouco a ver, so que eu comprei salcomix/basf sem saber nada, so comprei o que o cara me vendeu e depois fui saber que é o melhor PU que tem junto com PPG :D e dizem que Lazzuril e das outras marcas sao tudo segunda linha e nao sao usados pelas montadoras

Avatar do usuário
Tiago Guilger
Super Membro
Mensagens: 5472
Registrado em: 13 Ago 2015, 14:07
Nome: Tiago Guilger
Localização: Itu - SP

Re: problemas recorrentes com verniz PU

Mensagempor Tiago Guilger » 28 Jul 2017, 16:27

convenhamos então que para os kits, o verniz poliester da na mesma do pu e é mais simples e facil de aplicar, correto?

Avatar do usuário
Ruffuswood
Membro
Mensagens: 671
Registrado em: 03 Jan 2015, 13:37
Nome: Vinicius Marques
Localização: São Paulo - SP

Re: problemas recorrentes com verniz PU

Mensagempor Ruffuswood » 28 Jul 2017, 20:44

Tiago Guilger escreveu:convenhamos então que para os kits, o verniz poliester da na mesma do pu e é mais simples e facil de aplicar, correto?


Eu tenho ambos aqui e uso o poliéster pura e simplesmente por ser mais prático, e como o modelo não vai sofrer nenhum tipo de agressão climática e afins como um carro 1:1, logo ele é suficiente para o que nos propomos à fazer no meu ponto de vista, inclusive já usei o mesmo para selar avião e foi tranquilo também, além de eu ter um fosqueante universal aqui também para modular vernizes e tintas conforme a necessidade e fica com um acabamento lindo. :thumbup:

Agora, pode ser que um verniz top de linha tenha mais brilho e durabilidade ou seja mais cristalino, mas aí também já começa a entrar naquela curva do custo x benefício que pega mais para uns que para outros, tudo questão de gosto e bolso.

Avatar do usuário
Tiago Guilger
Super Membro
Mensagens: 5472
Registrado em: 13 Ago 2015, 14:07
Nome: Tiago Guilger
Localização: Itu - SP

Re: problemas recorrentes com verniz PU

Mensagempor Tiago Guilger » 29 Jul 2017, 08:40

Ruffuswood escreveu:
Tiago Guilger escreveu:convenhamos então que para os kits, o verniz poliester da na mesma do pu e é mais simples e facil de aplicar, correto?


Eu tenho ambos aqui e uso o poliéster pura e simplesmente por ser mais prático, e como o modelo não vai sofrer nenhum tipo de agressão climática e afins como um carro 1:1, logo ele é suficiente para o que nos propomos à fazer no meu ponto de vista, inclusive já usei o mesmo para selar avião e foi tranquilo também, além de eu ter um fosqueante universal aqui também para modular vernizes e tintas conforme a necessidade e fica com um acabamento lindo. :thumbup:

Agora, pode ser que um verniz top de linha tenha mais brilho e durabilidade ou seja mais cristalino, mas aí também já começa a entrar naquela curva do custo x benefício que pega mais para uns que para outros, tudo questão de gosto e bolso.


vou continuar com meu poliéster então que ta bão demais :lol: :lol: :lol:
só preciso pegar mais as manhas... :roll:

anghinoni
Super Membro
Mensagens: 2622
Registrado em: 13 Out 2015, 18:16
Nome: Marco

Re: problemas recorrentes com verniz PU

Mensagempor anghinoni » 29 Jul 2017, 14:23

a diferenca é somente o teor de solidos, poliester tem poucos, PU medio e PU HS muitos solidos
quanto mais solidos maior a resistencia quimica e fisica


Voltar para “Pintura”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante